• Vivência(s), Convivência(s) e Sobrevivência(s)

    em Contexto de Pandemia: Relatos e experiências

  • 9ª Conferência de MIIS

    Mediação Intercultural e Intervenção Social

Sobre o Tema

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria e o CICS.NOVA.IPLeiria convidam mediadores interculturais, professores, profissionais da saúde, educadores, investigadores, cientistas sociais, da educação, da saúde e do desporto, educadores sociais, assistentes sociais, animadores e outros interventores sociais, a debater Vivência(s), Convivência(s) e Sobrevivência(s) em Contexto de Pandemia: relatos e experiências.

continuar a ler

PROGRAMA

Sobre nós

A Escola Superior de Educação de Leiria (ESE), escola mais antiga do Instituto Politécnico de Leiria, tornou-se, a partir de 2002, a primeira e única instituição pública, em Portugal Continental, a conceder um grau em serviço social, primeiro bacharelato, depois licenciatura bietápica, depois de décadas em que o campo foi monopólio do ensino privado.

Decorrente da aposta da então ESE-IPL na área das Ciências Sociais, para além da formação de professores e de educadores de infância, uma herança do Magistério Primário, a instituição mudou de nome, com os novos estatutos publicados em 2008 (II Série do DR n.º 139, de 21 de julho) e passou a designar-se Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS). A par do Serviço Social e das Relações Humanas e Comunicação no Trabalho, curso iniciado em 1993, criaram-se e desenvolveram-se as licenciaturas de Educação Social, de Animação Cultural, de Comunicação Social e Educação Multimédia, transformada recentemente em Comunicação & Media, de Desporto e Bem-Estar, entre outras ligadas à língua e cultura chinesas.

Foi no departamento de Ciências Sociais da ESE, depois ESECS, que nasceu, em 2003, a primeira unidade de investigação (UI) do Instituto Politécnico de Leiria avaliada pela FCT (2007): CIID-IPL – Centro de Investigação Identidades e Diversidades do IPL, como então se designava.

A partir de 2015, o CIID tornou-se um polo duma nova UI (Centro em rede com 5 polos) criada na FCSH da Universidade Nova de Lisboa – o CICS.NOVA.IPLeiria. Este Centro tem investido no estudo da multiculturalidade, nas migrações, nas acessibilidades e na mediação intercultural e intervenção social. Foi decorrente desse trabalho de investigação que em 2013 estes investigadores propuseram o mestrado em Mediação Intercultural e Intervenção Social que foi acreditado pela A3ES, sendo, até ao momento, único na área no sistema de ensino superior português.

Em termos de divulgação Científica, o CICS.NOVA.IPLeiria tem organizado inúmeras conferências nacionais e internacionais, donde resultaram já 5 livros publicados (Pedagogias de Mediação Intercultural e Intervenção Social, 2016; Conceções e Práticas de Mediação Intercultural e Intervenção Social, 2017; Da Mediação Intercultural à Mediação Comunitária, 2018; O Olhar de Crianças e Jovens: Mediação Intercultural e Intervenção Social, 2019; Migrações, Minorias Étnicas, Políticas Sociais e (Trans)Formações,2020; estando em preparação o de 2021: Ócio, Jogo e Brincadeira: Aprendizagens e Mediação Intercultural).

Decorrem, de momento, as inscrições para a 9.ª Conferência Internacional de Mediação Intercultural e Intervenção Social, que decorrerá em formato online, subordinada ao tema: “Vivência(s), Convivência(s) e Sobrevivência(s) em Contexto de Pandemia” cujas comunicações e conferências serão publicadas, respetivamente, numa edição online e num livro de distribuição internacional.

Publicações de Edições Anteriores

Submissão de resumos

até 6 de setembro 2021

Resultado da avaliação de resumos

até 29 de setembro 2021

Inscrição (Tarifa Reduzida)

até 9 de outubro 2021

powered by eventQualia